sábado, 29 de setembro de 2012

Precisa-se de Cantores Gospel: o Hit Gospel do Momento





   E a saga “Precisa-se de Cantores Gospel” continua! Dessa vez falando sobre o ‘Hit (Gospel) do Momento’.



Veja também: 





Já passamos pela fase do “tem sabor de mel, tem sabor de mel, a minha vitória hoje tem sabor de mel”, tanto é que o mel já está sem sabor, usaram demais, ficou sem doce. Usamos e abusamos. Bebemos sem moderação. Vich! Crente não bebe... “Tá amarrado em nome de Jesus, a minha vitória quem garante é Jesus...”. Não aceitamos essa proposta de BEBER, queremos ver Jesus, “como Zaqueu, quero subir, o mais alto que eu puder”, subir mais que a Torre de Babel... Opa, Zaqueu! Observe as normas de segurança, use o cinto, para estar um tanto mais seguro na altura, pra não termos “mais um corpo estendido no chão”
Por falar em corpo, porque não se lembrar de Lázaro? 
“Remove a minha pedra”! Já que o Senhor é bom, porque não delegarmos a Ele a função (que é nossa) de remover a pedra? E não é: “Por favor, remove a minha pedra”, estamos mais para imperadores do que para soldados. E, ainda bem que Lázaro não vai precisar tão cedo da “morada eterna”, senão, iria ter que conviver com uma porta gasta e uma fechadura quebrada - de tanto remover, a pedra fica gasta.
“Me chama pelo nome”. O Senhor nos chama, sempre e de diversos meios, para orar, conversar com ele, porque através desse diálogo Ele “muda a minha história, ressuscita os meus sonhos”. Sou convocado para orar, mas:

Tô nem aí, Tô nem aí... 
Pode ficar com seu mundinho eu não tô nem aí 
Tô nem aí, Tô nem aí... 
Não vem falar dos seus problemas que eu não vou ouvir.

Vich!  Errei de novo, isso é música do mundo...  Sou liberto:

Eu sou de Jesus, Eu sou de Jesus, 
Eu sou de Jesus, Eu sou de Jesus! 
Pompompompompompom, Pompompompompompom, Pompompompompompom, 
Eu sou de Jesus...



Mas, voltando ao assunto, qual é mesmo o Hit Gospel do Momento?



Por Fernando José. 





Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material, desde que informe o autor. Não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.







                             
                                

Postar um comentário