quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Lição 7 - A ATUALIDADE DOS CONSELHOS PAULINOS (Auxílio - Jovens e Adultos, 3º Trimestre de 2013/CPAD - por Fernando José).



Por Fernando José.

No capítulo 1 de Filipenses Paulo põe em relevo a Supremacia de Cristo, no capítulo 2 fala sobre o inter-relacionamento cristão: “servir aos outros”, “considerar os outros”, etc. Encontramo-nos agora no capítulo 3, onde Paulo reforça seu ensino anterior concernente à alegria, regozijo, gozo. O apóstolo já havia falado sobre o regozijo pessoal, dos filipenses e em conjunto:  
          
Fazendo sempre com alegria oração por vós em todas as minhas súplicas, Filipenses 1:4.                                                                                                         
Mas que importa? Contanto que Cristo seja anunciado de toda a maneira, ou com fingimento ou em verdade, nisto me regozijo, e me regozijarei ainda. Filipenses 1:18.                                                                                      
  E, tendo esta confiança, sei que ficarei, e permanecerei com todos vós para proveito vosso e gozo da fé, Filipenses 1:25.  
                                    
 Completai o meu gozo, para que sintais o mesmo, tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo, sentindo uma mesma coisa. E, ainda que seja oferecido por libação sobre o sacrifício e serviço da vossa fé, folgo e me regozijo com todos vós. E vós também regozijai-vos e alegrai-vos comigo por isto mesmo. Filipenses 2:2,17-18.  
                                                                                     
Por isso vo-lo enviei mais depressa, para que, vendo-o outra vez, vos regozijeis, e eu tenha menos tristeza. Recebei-o, pois, no Senhor com todo o gozo, e tende-o em honra; Filipenses 2:28-29.

Agora, ele reforça: “Resta, irmãos meus, que vos regozijeis no Senhor. Filipenses” 3:1, em outras palavras, “Passem bem!”, “Deleitem-se!”. Paulo convida os destinatários a estarem contentes. Anuncia que eles deveriam estar em gozo em todas as ocasiões.


Guardai-vos dos cães, guardai-vos dos maus obreiros, guardai-vos da circuncisão; Filipenses 3:2.
Ainda em alegria, passem para o estado de alerta. Vejam as placas de “AVISO”, “CUIDADO”, “ALERTA”! Olhem, vejam...! Contemplem de forma cuidadosa, prestem atenção. Acautelem-se!
CUIDADO COM OS CÃES. Na atualidade, o cão é considerado “o melhor amigo do homem”. Há tempos atrás, em outras épocas não era bem assim: cão era símbolo de animal não domesticado, selvagem, que anda em grupos pelas ruas, causando confusão. Mordidas, roubos, caça, barulho, latidos, raiva... Cão com raiva! Mordeu? A situação fica um tanto delicada! Até hoje quando vemos uma matilha de cães em meio à rua, fazendo barulho, ainda é preocupante. Paulo compara os falsos mestres à cães, impuros, que mordiam e deixavam uma ferida mortal, e essa mordida mortal era seus ensinamentos que tentava bloquear o modo de viver e pensar em Cristo.
CUIDADO COM OS FALSOS OBREIROS. Estes eram os cooperadores que já vinham com dano, tentando causar danos. Eram vis, desprezíveis, ruins. Não tinham sinceridade, mal influenciados, fraudulentos, feridos ética e moralmente. Ajudadores que não ajudavam, trabalhadores “nó cego”, companheiros que deixavam o próximo só, maus ceifeiros, péssimos agricultores...!
CUIDADO COM A (FALSA) CIRCUNCISÃO. Paulo aqui não se refere à peritome (rito ordenado por Deus para Abraão, seus descendentes e dependentes como sinal do concerto), refere-se à katatome (mutilação). Estes tinham a marca física do ritual, mas, estavam longe de Deus, não estavam consagrados a Ele, o que fazia com que a sua circuncisão se tornasse em mutilação.


 Circuncidado no oitavo dia de vida, pertencente ao povo de Israel, à tribo de Benjamim, verdadeiro hebreu; quanto à lei, fariseu; quanto ao zelo, perseguidor da igreja; quanto à justiça que há na lei, irrepreensível. Filipenses 3:5-6
O CURRÍCULO DE PAULO:
*circuncisão ao 8° dia.
*linhagem de Israel.
*tribo de Benjamim.
*hebreu de hebreus.
*fariseu (quanto à lei).
*perseguidor (quanto ao zelo).
*irrepreensível (quanto à justiça que há na lei).


... que servimos a Deus em espírito, e nos gloriamos em Jesus Cristo, e não confiamos na carne. Filipenses 3:3
Somos convencidos, pelo Espírito Santo, a prestar culto a Deus e servi-lo com inteligência: "Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional." Romanos 12:1. A nossa base de “se gloriar” é Cristo.

Por Fernando José.

Referências:
Dicionário VINE – W. E. Vine, Merril F. Unger, William White Jr. (CPAD, 2006).
Novo Testamento Interlinear - GREGO-PORTUGUÊS (Sociedade Bíblica do Brasil, 2004).
Filipenses: a alegria triunfante no meio das provas - Hernandes Dias Lopes (Hagnos, 2007).

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material, desde que informe o autor. Não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais




Postar um comentário