sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Lição 8 - A SUPREMA ASPIRAÇÃO DO CRENTE (Auxílio - Jovens e Adultos, 3º Trimestre de 2013/CPAD - por Fernando José).


Por Fernando José.

Chegamos a 3.12-17, aqui Paulo, pra começar, faz uma retrospectiva ao v. 11: “para ver se de alguma maneira posso chegar à ressurreição dos mortos”. O apóstolo diz no v.12 que “não alcançou”, aí prossegue, no decorrer do texto, com palavras tipo “alcanço”, “fui alcançado”, “ter alcançado”, “procurando alcançar”, “já alcançamos”, “prossigo”... É como se ele dissesse: “- Não alcancei o prêmio desta corrida, mas, estou procurando, persigo o prêmio e sigo na corrida. Vou perseverar...!”. Querendo explicar a situação aos filipenses, Paulo leva-os às pistas de atletismo, começa a falar sobre velocidade, corrida de fundo, marcha atlética, maratona, meia maratona, ultra maratona... Tratando daquilo que está reservado, no futuro, para o crente fiel, ele faz uma breve exposição referente às modalidades olímpicas. O apóstolo procura chegar a um lugar, tendo em mente que Cristo já veio até ele, chegou a sua vida: “... mas prossigo para alcançar aquilo para o que fui também preso por Cristo”.

“... não julgo que o haja alcançado...” Eu ainda não estou completo, não avancei como deveria, não estiquei o máximo adiante, mas, estou indo adiante: “... esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim,”. Estou indo para frente, eu quero alcançar o que está diante de mim! Não importa o que ficou para trás, ou para os lados, ou em qualquer outro lugar, o importante é seguir adiante, olhar para frente. Quando procuramos avançar (ou alcançar), consequentemente esquecemo-nos do que para trás fica!

“Prossigo para o alvo...” (skopos) Indo em direção ao alvo, era isso que Paulo estava fazendo!  Perseguindo o Alvo, buscando-o. Devemos estar apressados após o alvo, no sentido de prioridade. Através da passagem citada somos convocados à:
*olhar,
*observar,
*contemplar,
*discernir.
Tudo isso em relação à META. Temos uma MARCA em que devemos fixar os nossos olhos. O autor da Epístola aos Hebreus, inspirado pelo Espírito, diz que devemos estar “Olhando para Jesus, autor e consumador da nossa fé...” (12.2). Aos cristãos do tempo hodierno cabe, diante das tempestades e terríveis notícias que sobrevêm reagir de forma tranquila, permanecendo com calma. Deve haver um planejamento concernente à crise e/ou tempos difíceis. ALVO MAIOR, MIRA MAIOR, OBJETIVO MAIOR, FINALIDADE MAIOR. Partindo disso aí, teremos metas seculares a serem alcançadas. Olhando para o ALVO MAIOR seremos bem sucedidos nas demais metas da nossa “nada mole vida”.

"... pelo prêmio...". Ainda nas pistas de corrida, Paulo fala sobre o prêmio nos jogos (brabeion), fazendo uma comparação concernente à recompensa futura a ser obtida pelo crente em sua fidelidade!

"... da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.". Nessa maratona somos convidados e chamados com uma finalidade. Esse convite É DIVINO. Tem sua origem, natureza e destino em Deus.

Por Fernando José.

Referências:
Dicionário VINE – W. E. Vine, Merril F. Unger, William White Jr. (CPAD, 2006).
Novo Testamento Interlinear - GREGO-PORTUGUÊS (Sociedade Bíblica do Brasil, 2004).
Filipenses: a alegria triunfante no meio das provas - Hernandes Dias Lopes (Hagnos, 2007).
Os Métodos da Administração de Jesus - Bob Briner (Mundo Cristão, 2012).

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material, desde que informe o autor. Não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais

Postar um comentário