sexta-feira, 14 de março de 2014

Minha Igreja e nossa igreja (N° 75)



Meu, caro amigo cristão, 

Quanto ao que se refere a Mateus 16:18, quando Cristo disse que “as portas do inferno não prevalecerão contra ela (Minha Igreja)”, não estava o mesmo referindo–se a nossa igreja (templo, denominação, instituição). Logo, se as nossas igrejas fecharem as portas, em nada muda. A promessa é para a Igreja dEle, não para nossa igreja. Que a nossa igreja enquadre-se o mais rápido possível a Igreja dEle! 

FERNANDO JOSÉ

Postar um comentário