segunda-feira, 5 de setembro de 2016

#VC1 - AFLIÇÃO





VISÃO CRISTOCÊNTRICA (1): AFLIÇÃO



“Saibamos que, quando as aflições nos entornam, o Espírito é derramado com consolação em todos os nossos limites.” (Fernando José)

“... a cruz tudo transforma. Ela dá ... uma nova coragem para encarar as perplexidades do sofrimento.” (A cruz de Cristo John Stott)



Aflição (gr. Kakoõ)

Para começar, citemos alguns exemplos bíblicos relacionados à Aflição:


E por aquele mesmo tempo o rei Herodes estendeu as mãos sobre alguns da igreja, para os maltratar;  E matou à espada Tiago, irmão de João.  E, vendo que isso agradara aos judeus, continuou, mandando prender também a Pedro. E eram os dias dos ázimos. E, havendo-o prendido, o encerrou na prisão, entregando-o a quatro quaternos de soldados, para que o guardassem, querendo apresentá-lo ao povo depois da páscoa. Atos 12:1-4

Herodes Agripa I entra no  cenário com planos referentes à igreja - que começaram a ser executados, mas não foram concretizados. Graças a Deus!. Herodes se manifestou para maltratar, irritar, danificar e ferir os discípulos. Seu objetivo principal: causar sofrimentos, em especial físico.

E aconteceu que em Icônico entraram juntos na sinagoga dos judeus, e falaram de tal modo que creu uma grande multidão, não só de judeus, mas de gregos. Mas os judeus incrédulos incitaram e irritaram, contra os irmãos, os ânimos dos gentios. Atos 14:1-2

Em Icônio, Paulo e Barnabé, depois da falação cristocêntrica (com grande resultado: “creu uma grande multidão tanto de judeus como de gregos”), viram os judeus incrédulos ativarem a mente dos pagãos (gentios), provocando-os contra os dois missionários.



Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada. Romanos 8:18

Não uma aflição apenas pretérita ou futurista, mas, presente, contínua, existente no cotidiano.

Foram apedrejados... aflitos e maltratados. Hebreus 11:37

Aflição é:

Agonia
Mágoa        
Ansiedade        
Preocupação        
Infortúnio       
Maltrato        
Sofrimento        
Adversidade       
Padecimento        
Irritação        
Danificação        
Ferimento


Uma breve análise de João 16.33

Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.

Quatro (4) palavras se destacam em João 16.33:

- paz
- aflições (tribulações)
-ânimo
- venci

“para que em mim tenhais paz...”

Através dessa paz em Jesus:

-Podemos obter relações harmoniosas entre os homens.
-Temos segurança.
-Ainda que externamente haja aflição/perseguição, todavia, a alma do cristão poderá ter isenção de incômodo.
-Temos sensação de descanso e satisfação.
-Encontramos reconciliação e quietude.

“... no mundo tereis aflições...”

Ao contrário do que dizem os nossos pregadores modernistas, veja o que o Senhor deixou registrado, é como se Ele dissesse:

Vocês viverão situações difíceis. Viverão sob pressão, em aperto, pressionados com o objetivo de verem reduzir as vossas forças. Conviverão com coisas que sufocam. Estarão sobrecarregados. Haverá, frequentemente, aumento dos encargos, sim, obrigações excessivas. De vez em quando serão atormentados, sofrerão torturas, mágoas. Sentirá angústias, ansiedades, agonia. Raramente haverá calamidades, catástrofes. Terão privação daquilo que é necessário. Sofrerá perseguições, tratamento cruel. Terão, ao vosso redor, coisas que custam a suportar. Haver perturbação (embaraços, aborrecimentos, abalos).

“... mas tende bom ânimo...”

-Sejam fortes
-Tenham uma boa mente (prontidão mental)
-Façam o que tem que fazer com confiança, de forma apaixonada
-Tenham coragem
-Tenham contentamento na alma
-Não se preocupem

“... eu venci o mundo.”

E só pra complementar: Eu Sou a Vitória e tenho a vitória. Venci (Apocalipse 5.5) e vencerei (Apocalipse 17.14). Vencedor senta-se com vencedor (Apocalipse 3.21).


Por Fernando José, em Junho/2012. Revisado em Setembro/2016.



Bibliografia:

Mini Aurélio (Ed. Nova Fronteira, 2000).
VINE, W.E., Merril F. Unger e William White Jr. Dicionário Vine: o significado exegético e expositivo das palavras do Antigo e do Novo Testamento. (CPAD, 2006).
STOTT, John. A cruz de Cristo (The Cross of Christ.) - Editora Vida, 2006.




Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material, desde que informe o autor. Não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

Postar um comentário