sábado, 17 de maio de 2014

LIÇÃO 7: O Ministério de Profeta (Auxílio - Jovens e Adultos: CPAD, 2º Trimestre de 2014 - por Fernando José).




Profeta



“Creio que Deus tem colocado certas pessoas no Corpo de Cristo para fazer soar o alarme quando algo está errado.”

(Stephen Strang – prefaciando o livro: Assim diz o Senhor? John Bevere, CPAD)




De antemão é preciso deixar claro quanto à profecia (revelação profética ou manifestação sobrenatural que tem sua aparição em situações delicadas ou circunstâncias especiais) e a profecia como instrução, advertência, exortação.
O Profeta é aquele que foi convocado e revestido de autoridade para que, com fidelidade àquele que o alistou, fale sob inspiração, apresentando a mensagem, seja orientando, seja corrigindo... (1 Co 14.3). Sem excessos, o profeta confronta o erro, trazendo a verdade com intrepidez, também, traz à lembrança os perigos que rondam o Corpo! Direcionado por Deus, focaliza os erros, apresentando a saída, trazendo-nos de volta ao Evangelho.

O Profeta tem em suas mãos o equilíbrio e não uma bandeja repleta de desejos para compartilhar com aquele que quer ver sua vontade humana satisfeita!
Profetas. São estes os pregadores eclesiásticos que trazem a mensagem de Deus e o seu propósito concernente ao futuro:

- exortam - “Judas e Silas, que eram também profetas, dirigiam aos irmãos muitas palavras de exortação e de animação”. Atos dos Apóstolos 15:32.

- dizem as palavras do Espírito Santo – “Já estávamos aí fazia alguns dias, quando chegou da Judéia um profeta, chamado Ágabo. Veio ter conosco, tomou o cinto de Paulo e, amarrando-se com ele pés e mãos, disse: Isto diz o Espírito Santo: assim os judeus em Jerusalém ligarão o homem a quem pertence este cinto e o entregarão às mãos dos pagãos.” Atos dos Apóstolos 21:10-11. Observe que a didática usada é parecida com a dos profetas do Antigo Pacto.

- segundo as epístolas paulinas, o profeta vem depois do apóstolo (Efésios 4.11 e 1 Coríntios 12.28,29). É necessário e de bom senso o profeta reconhecer o seu lugar estabelecido pelo Espírito.


Textos Complementares 1
“Muitos cristão não aceitam os dons de profecia como necessários para os dias de hoje, crendo que Deus não continua falando ao seu povo através de profetas.”

BEVERE, John. Assim Diz o Senhor? Como saber quando Deus está falando através de outra pessoa, p. 11 - 3ª Edição (CPAD, Rio de Janeiro: 2009).


Textos Complementares 2
Concluí que a falsa profecia é um mau uso do nome do Senhor – o que é uma violação do terceiro mandamento – e que os egos frágeis das pessoas precisam ser dominados se elas estiverem proclamando a si mesmas como porta-vozes de Deus e não o forem! Afinal, a Bíblia manda que coloquemos a profecia à prova para que verifiquemos se ela é realmente de Deus. (1 Jo 4.1).

Citado em: BEVERE, John. Assim Diz o Senhor? Como saber quando Deus está falando através de outra pessoa, p. 14 - 3ª Edição (CPAD, Rio de Janeiro: 2009).



Por Fernando José.


Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material, desde que informe o autor. Não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais


Bibliografia:
Bíblia Sagrada.
Lições Bíblicas CPAD - 2° Trimestre de 2014: Dons Espirituais e Ministeriais - Servindo a Deus e aos homens com poder extraordinário.
BEVERE, John. Assim Diz o Senhor? Como saber quando Deus está falando através de outra pessoa. 3ª Edição (CPAD, Rio de Janeiro: 2009).



Postar um comentário