sexta-feira, 25 de junho de 2010

EM GRUPO: RELACIONAMENTO COM O PRÓXIMO



                  

 Por Fernando José, em setembro/1999.

INTRODUÇÃO

FAZ-SE NECESSÁRIO ENTENDERMOS QUE DEVEMOS TER UM BOM RELACIONAMENTO COM O PRÓXIMO. É PRECISO QUE O SER HUMANO SAIBA ENTENDER (PELO MENOS TENTAR) O SEU PRÓXIMO - PRINCIPALMENTE NA RELAÇÃO PROFISSIONAL. NOS DIVERSOS GRUPOS CORRESPONDENTE À VIVÊNCIA HUMANA É URGENTE QUE OS INDIVÍDUOS ENTENDAM AS DIFERENÇAS DOS OUTROS... PRECISAMOS ENTENDER:

* AS PESSOAS PRESTATIVAS (QUE PRESTAM SERVIÇOS DE BOA VONTADE).

* AS PESSOAS INTROVERTIDAS (TÍMIDAS, ACANHADAS).

* AS PESSOAS AGRESSIVAS (NO SENTIDO DE IMPETUOSIDADE, ENERGIA).

* AS PESSOAS METÓDICAS (ORGANIZADAS).

* AS PESSOAS CONSERVATIVAS (QUE GUARDAM, CONSERVAM).

* E FINALMENTE, AS INDEPENDENTES (QUE DIZ NÃO DEPENDER DE ALGUÉM).

COMENTÁRIO

NOS TEMPOS PASSADOS, DEUS TRANSMITIU A MOISÉS O DECÁLOGO, ONDE DETERMINA QUE ERA NECESSÁRIO ENTENDER/COMPRENDER O PRÓXIMO:

(Deuteronômio 5:16) - Honra a teu pai e a tua mãe, como o SENHOR teu Deus te ordenou, para que se prolonguem os teus dias, e para que te vá bem na terra que te dá o SENHOR teu Deus.

(Deuteronômio 5:17) - Não matarás.

(Deuteronômio 5:18) - Não adulterarás.

(Deuteronômio 5:19) - Não furtarás.

(Deuteronômio 5:20) - Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.

(Deuteronômio 5:21) - Não cobiçarás a mulher do teu próximo; e não desejarás a casa do teu próximo, nem o seu campo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.

O SÁBIO SALOMÃO EM PROVÉRBIOS NOS ALERTOU SOBRE O MESMO ASSUNTO:

(Provérbios 3:29) - Não maquines o mal contra o teu próximo, pois que habita contigo confiadamente.

EM MEIO AS DIVISÕES, CONTENDAS, INVEJAS, IRAS... JESUS ENSINOU ACERCA DO PERDÃO PARA COM OS IRMÃOS:

(Mateus 18:21) - Então Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete?(Mateus 18:22) - Jesus lhe disse: Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete.

CRISTO, EM SUA ABNEGAÇÃO E DEDICAÇÃO PARA CONOSCO, NOS DÁ EXEMPLO QUE DEVEMOS ANDAR NESTE MESMO SENTIMENTO UNS PARA COM OS OUTROS:

(Romanos 15:1) - MAS nós, que somos fortes, devemos suportar as fraquezas dos fracos, e não agradar a nós mesmos.

(Romanos 15:2) - Portanto cada um de nós agrade ao seu próximo no que é bom para edificação.

(Romanos 15:3) - Porque também Cristo não agradou a si mesmo, mas, como está escrito: Sobre mim caíram as injúrias dos que te injuriavam.

PAULO, EM SUAS EXORTAÇÕES AOS GÁLATAS, FALOU ACERCA DO “ENTENDER O SEU RELACIONAMENTO COM O PRÓXIMO:

(Gálatas 6:9) - E não nos cansemos de fazer bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido.

(Gálatas 6:10) - Então, enquanto temos tempo, façamos bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé.

O MESMO PAULO, AGORAESCREVENDO AOS CRISTÃOS EM COLOSSOS, FALOU SOBRE O AMOR FRATERNAL:

(Colossenses 3:13) - Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também.

O APÓSTOLO JOÃO, EM SUA PRIMEIRA EPÍSTOLA UNIVERSAL, AFIRMA QUE :

(I João 4:7) - Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus.

(I João 4:8) - Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor.

(I João 4:9) - Nisto se manifesta o amor de Deus para conosco: que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por ele vivamos.

(I João 4:10) - Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados.

(I João 4:11) - Amados, se Deus assim nos amou, também nós devemos amar uns aos outros.

CONCLUSÃO

OS QUE SÃO (OU SE CONSIDERAM) FILHOS DE DEUS ENTENDEM QUE, APARTIR DO MOMENTO QUE PASSAMOS A COMPREENDER E AMAR VEDADEIRAMENTE OS NOSSOS IRMÃOS, DEUS ESTÁ EM NÓS:

(I João 4:12) - Ninguém jamais viu a Deus; se nos amamos uns aos outros, Deus está em nós, e em nós é perfeito o seu amor.

 ESTEJAM EM PAZ...


                     
Postar um comentário